Projeto Canal Verde: chips em caminhões

Lançado em abril do ano passado, o Canal Verde é um projeto inovador com o objetivo de acelerar a fiscalização de cargas transportadas por caminhões nos Postos Fiscais do Estado, por meio da utilização de ferramentas que permitem a leitura remota dos documentos fiscais eletrônicos que acompanham as mercadorias.

Com a implantação do sistema, os caminhões de carga portando adesivos com chip do Canal Verde terão trânsito livre dentro dos estados, sem precisar parar nos Postos Fiscais.

No Piauí entidades ligadas ao projeto se reuniram na Secretaria de Fazenda do Estado (SEFAZ), para discutir a implantação do Canal Verde no Piauí, um dos estados que ainda não aderiu a novidade. Mas de acordo com o Presidente do Sindicato dos Transportadores de Cargas e Logística do Piauí - (SINDICAPI), Humberto Lopes, as negociações estão indo num clima favorável ara a implantação do projeto até o 1 semestre de 2019.

A medida representa redução substancial de tempo e recursos financeiros no transporte de mercadorias, o que significará redução do custo final do produto. A adesão das transportadoras ao projeto Canal Verde vai reduzir o tempo e o custo que elas têm com o transporte. Os valores para a implantação do sistema são baixos (cerca de 7 dólares por caminhão) o que possibilita o acesso de todos os contribuintes à nova tecnologia”, disse Humberto Lopes.

Ainda de acordo com o Presidente do SINDICAPI, o projeto traz outro grande beneficio para a categoria. Somente os sindicalizados vão ser autorizados a usar o sistema pelos estados brasileiros.  As empresas transportadoras que não realizarem a adesão ao Canal Verde vão ser automaticamente descredenciadas como fiéis depositárias.  

O vizinho estado do  Maranhão foi o primeiro da Federação a participar do Projeto Canal Verde. O projeto que prevê a instalação de chips em caminhões com o propósito de identificação dos veículos e das mercadorias transportadas, já se encontra em atividade no Estado. E por lá, de acordo com a SEFAZ, os resultados tem sido extremamente positivos o que espera também o Piauí.


Comente!